quarta-feira, 14 de agosto de 2013

O som que vem da literatura

Literatura faz barulho. Ouvimos nos versos de muitas canções trechos onde podem ser constatados claramente influência de obras literárias.

O blog Papos Literários foi atrás de um som que meche com o nosso apurado gosto pela leitura e nos faz relembrar um livro que outrora nos fez sofrer junto com as personagens.

O som da vez é de Kate Bush. 
Em sua canção "Wuthering Heights" ela mostra sua total influência no estupendo romance "O morro dos vento uivantes", de Emily Bronté.

A música trata mais precisamente do finalzinho do livro, quando Heathcliff começa a dialogar com o fantasma de Cathy. Porém, a música parafraseia e traz uma intertextualidade com outras partes do livro. Mas, claro, é preciso ler o livro para identificar a influência dele na música, inclusive há na música falas de Cathy, retiradas integralmente do romance.
O clip da música e a tradução da letra encontram-se abaixo para você viajar.
Eu, particularmente, não gosto da voz aguda da Kate, mas a letra é bonita.
Eis o vídeo e em seguida a tradução da letra:





Wuthering Heights
(tradução de Cristine Martin)

Nas charnecas traiçoeiras e ventosas
Brincaremos e rolaremos pela relva
Seu gênio é como meu ciúme,
Muito quente e guloso
Como você pôde me deixar?
Quando eu precisava possuí-lo?
Eu o odiei, eu o amei também

Os pesadelos na noite
Disseram-me que eu iria perder a luta
E deixar para trás minha ruidosa, ruidosa
Wuthering Heights

(coro) Heathcliff, sou eu Cathy, voltei para casa
Tenho tanto frio, deixe-me entrar pela sua janela
Oh, é tão frio e solitário
Do outro lado de você

Eu sofro tanto, sinto que tudo
Desmorona sem você
Estou voltando, amor, cruel Heathcliff,
Meu único sonho, meu único mestre

Tanto tempo vagueei pela noite
Estou voltando para ele para acertar tudo
Estou voltando para casa, minha ruidosa, ruidosa
Wuthering Heights

(coro) Heathcliff, sou eu Cathy, voltei para casa
Tenho tanto frio, deixe-me entrar pela sua janela
Oh, deixe-me tê-la, deixe-me levar sua alma
Oh, deixe-me tê-la, deixe-me levar sua alma
Você sabe que sou eu, Cathy

(coro) Heathcliff, sou eu Cathy, voltei para casa
Tenho tanto frio, deixe-me entrar pela sua janela…


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi. Grato pela visita. Sinta-se convidado a voltar sempre. Abraços.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...