quarta-feira, 1 de maio de 2013

Uma questão de Confiança

O suspense que deveria ser o da vez é Uma questão de confiança (Louise Millar, 2013, Editora Novo Conceito, 384 págs.).


O livro conta a história concomitantemente de três mulheres vizinhas: Callie, Suzy e Debs, respectivamente.
Callie, londrina, já possui uma vida profissional estável. É divorciada e mãe de uma menina chamada Rae que sofre de uma doença cardíaca, impedindo-a de possuir uma vida mais social, pois para cuidar da filha ela necessita de dedicação.
A outra mulher do livro é Suzy, outra mãe de família, mas que possui um casamento problemático e por conta disso guarda segredos sobre a vida familiar, pois ela expõe à sociedade uma vida feliz, quando na verdade ela vive um relacionamento fragmentado.
Debs, a terceira mulher na qual o livro destaca, é uma professora muito misteriosa, enigmática e às vezes paranóica, pois acha que está sempre à espreita de olhares vigilantes das pessoas.
Até aí tudo bem. Pois ambas possui em comum os segredos.
Fora Susy, o restante da vizinhança agem de maneira hostil com Callie e sua filha, Rae. Só aí que ela descobriu o quão difícil é fazer novas amizades. Passando por uma crise financeira e necessitando trabalhar, mesmo sem o aval do ex marido, Callie decide arranjar um trabalho. Ao receber uma proposta de emprego, com a rotina do trabalho, Callie resolve deixar sua filha com vizinha mais íntima, Susy. Mas aí vem o dilema: seria mesmo confiável deixar sua filha nas mãos de uma amiga, que mesmo sendo amiga, mostra-se misteriosa? Susy, com seu marido rico e seus três filhos parecem ser uma família feliz e disposta a ajudar Callie. Só que o bairro todo está tenso com a presença da polícia, já que há notícias de um suspeito morando no bairro. Esta suspeita recai sob Debs, a nova moradora do bairro que chega ao bairro com um marido sem nenhum filho. Debs, como as outras duas personagens do livro tem uma natureza enigmática e uma memória dos fatos terríveis do passado. 
A dúvida sobre com quem Callie deve deixar a sua filha permeia muuuuuuuitas páginas do livro. É uma parte da narrativa que se arrasta calmamente sem precisão alguma quando na verdade o leitor já tem captado a obviedade dos fatos.
Mas em quem Callie deve confiar? As casas das três mulheres são permeadas de segredos. Qual deve ser a atitude de Callie para com a sua filha Rae? Só depois que Rae, filha de Callie, sofre um acidente é que tudo começa a acontecer. A história deixa de ser cansativa quando descobrimos (OH!) o real porquê de Debs ser uma mulher tão enigmática bem como as pretensões das três personagens principais.
"Uma questão de confiança" até possui uma ideia interessante, mas não se desenvolve muito bem quando o assunto é suspense. Intercalar a história das três mulheres me pareceu ousado, pois às vezes dispersa um pouco da história principal. No decorrer da trama, com a revelação dos segredos das três famílias e a mudança drástica de suas vidas o leitor (o leitor perspicaz) começa a entender o que motiva as três mulheres a agirem daquela forma.
O dilema da confiança, vidas superficiais, sobretudo o drama das três famílias e segredos fazem o fio condutor do livro, que vá lá, não é tão grudento ao ponto de você começar a lê-lo e não abandonar a narrativa. Esta, apesar de fluir com rapidez em muitos pontos até que consegue instigar o leitor a ir adiante, mas não cria muitas expectativas com a revelação dos segredos.
Confira o Book Trailer do livro, editado aqui no Brasil pela já famosa Novo Conceito.


Um comentário:

Postar um comentário

Oi. Grato pela visita. Sinta-se convidado a voltar sempre. Abraços.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...