sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

A nudez do Pink Floyd por seu baterista Nick Mason


Inside Out é um olhar de quem realmente viveu a banda, é um olhar profundo e intrínseco do dono das baquetas de uma das bandas mais rentáveis da história do rock
_________________________________________

O livro já foi publicado em países como Rússia, República Tcheca, Estados Unidos, Espanha, França, Hungria, Bulgária, Itália, Alemanha e Polônia.
Aqui no Brasil, a publicação do livro coube à Editora Escritura, que não deixou a desejar aos fãs da banda.

A história é contada por Nick Mason, o baterista da banda e que possui toda a autoridade e legitimidade para escrever sobre ela, já que ele é o único a ter participado de todas as formações da mesma. Para os pinkfloydmaníacos, o livro Inside Out,  narra a saga do grupo desde o seu primórdio nos idos de 1965, em Cambridge.

A biografia tem início contando o encontro do baterista com aquele que seria o baixista da banda, ainda na faculdade de arquitetura de Londres e percorre mais de duas décadas de história transpassando pelo sucesso dos melhores álbuns, pelos anos de euforia dos seus fãs, das polêmicas e claro, os bastidores de uma das melhores bandas de rock.
A primeira edição do livro  Inside Out: A verdadeira história do PINK FLOYD (Editora Escrituras, 1ª Edição, 2012, Tradução de Alan Lanke, 464 páginas, R$ 54,00),assim mesmo, em caixa alta, foi lançada em 2004, lá no exterior. No entanto, com o sucesso da obra, Mason obrigou-se a produzir um posfácio para as edições futuras, já que a banda realizaria o Live Aid8, em 2005.

Nick Manson pode ser equivocadamente confundido com um escritor. Não é para menos. O texto do livro é refinado, preenchido de ironias inteligentes e reflexões acerca da banda. Como um típico inglês, o baterista é enigmático, comedido e senhor de um humor sutil e sagaz. Como sugere o título ("De dentro para fora"), a versão contada pelo dono das baquetas do Pink é uma variante acentuada dos principais fatos da banda.

As mais de 400 páginas do livro são pintadas por tinta forte junto à 150 imagens que contam a trajetória da banda. Mas há que se fazer uma observação, Inside Out não é um livro de imagens! As fotografias são do arquivo pessoal do autor e servem como uma base para roteirizar a leitura, seja de um velho fã da banda ou até mesmo para quem não conhece nada, ou quase nada, sobre ela. Mas a leitura flui melhor para aqueles que já possuem pressupostos, pois uma trilha sonora encrustada em nossa mente vai tocando enquanto manuseamos as páginas do livro. Além de um livro de palavras e imagens, é um livro musical!

São muitas histórias contadas, há algumas já conhecidas do público assíduo do rock. Entretanto, Mason procura dar um olhar particular e revelar situações enfrentadas pela equipe na produção de álbuns e shows, por exemplo. O livro também desmitifica a imagem que todo 'batera' é um 'porra louco' movido a álcool, drogas, sexo e violência. Embora haja relatos com estes episódios, Mason não dá margens à fofocas. Pois não é este o objetivo do livro.
Até mesmo quando ele narra a conflituosa relação com Syd Barret, o baterista não desafina o coro, contando com um certo cinismo e mágoa.
Entre outros destaques do livro, está a história do sucesso exponencial do disco The dark side of the moon, um dos mais vendidos da história. Conta ainda a crise existencial que a banda enfrentou após o lançamento de The Dark..., e que quase levou ao declínio do grupo. Ficamos sabendo também de alguns fatos da vida privada dos componentes, principalmente de Mason. Ele conta também a volta aos estúdios Abbey Road, a construção de famílias que alguns membros já possuía.
Ao fim do livro, temos uma cronologia organizada pessoalmente por Mason, onde ele destaca os principais fatos históricos que marcaram seus mais de 40 anos de carreira.
Inside Out é uma excelente obra de rock para se ter na estante. Não só pelo conteúdo, mas pelo mérito do ineditismo das imagens, entrevistas e narrações de Mason.


Opinião Alheia:
“Mason poderia muito bem ter trilhado uma carreira como escritor. Tem um estilo comedido e organizado que leva com objetividade e sagacidade… Ele escreve com a calma autoridade de alguém que esteve de fato presente à época… Uma das melhores histórias do panteão do rock.” 
(David Sinclair, The Guardian)

Pink Floyd -- The Story of "Wish You Were Here" (trailer)




____________________________________
SOBRE O AUTOR:
Nick Mason nasceu em Birminghan em 1944. Ele é – naturalmente – mais conhecido como o baterista do Pink Floyd. Quando não está atrás da bateria, outra paixão de Nick são as corridas de carro. Ele correu de forma intensa tanto com carros antigos quanto contemporâneos e competiu em cinco corridas Le Mans 24 horas. Em 1998, ele escreveu, com Mark Hales, Into the Red, uma celebração de 21 carros de sua coleção entre os quais modelos esportivos clássicos e de corridas (O livro, atualizado e ampliado, foi republicado como Passion for Speed em 2010). Nick tem escrito para uma ampla variedade de publicações incluindo The S unday Times, The Independent, Time, Tatler, GQ, Autosport, Classic Cars, Red Line, Octane e Cars for the Connoisseur.

3 comentários:

Postar um comentário

Oi. Grato pela visita. Sinta-se convidado a voltar sempre. Abraços.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...