terça-feira, 28 de agosto de 2012

Livros proibidos e censurados

É minha gente, ao longo da história da humanidade, desde o lançamento e publicação do livro mais famoso e vendido no mundo, a Bíblia, o mercado editoral passa por aquilo que se chama de censura. 
Alguns livros abolidos, outros retirados das bancas, como foi o caso da biografia não autorizada do dito rei Roberto Carlos. Outros nem sequer chegaram às prateleiras. Outros foram censurados, mas mesmo assim alguns autores conseguiram driblar esta ditadura da leitura e colocar à disposição o seu melhor: a escrita.
Neste post você vai conhecer alguns livros que foram proibidos de serem publicados, lidos e que, com o tempo, tornaram-se leitura quase obrigatória para um leitor fugaz.

Para começo, olhem bem esta lista de 15 livros censurados no MUNDO
Pasmem com essa, até a melosa saga vampiresca foi censurada. Dá pra crer que o clássico "Ulisses" de Joyce também foi? O ingênuo romance O Caçador de Pipas sofreu também a ira da tesoura, assim como Hamlet de Shakespeare e o aclamado "Evangelho segundo Jesus Cristo" do portuga Saramago.

Crepúsculo, de Stephenie Meyer
O Apanhador no Campo de Centeio, de J.D. Salinger
A Cor Púrpura, de Alice Walker
O Caçador de Pipas, de Khaled Hosseini
Harry Potter (série), de J.K. Rowling
A Casa dos Espíritos, de Isabel Allende
Carrie: a Estranha, de Stephen King
As Aventuras de Tom Sawyer, de Mark Twain
Os Pilares da Terra, de Ken Follett
A Idade da Razão, de Jean-Paul Sartre
1984, de George Orwell
Ulisses, de James Joyce
Hamlet, de William Shakespeare
Evangelho segundo Jesus Cristo, de José Saramago
Admirável Mundo Novo, de Aldous Huxley

Outros livros, que com o tempo alcançaram o status de clássico ou best seller, mas a priori, foram banidos, rejeitados, censurados são:

1. A Origem das Espécies por Charles Darwin; motivos religiosos fizeram este livro ser proibido em muitos países.

2. O Diário de Anne Frank , Anne Frank: até hoje há pessoas que se opõem a este livro de  ser permitido nas escolas. Outros duvidam da credibilidade do texto.

3. A Arabian Nights : censurado no Egito. Ele foi acusado de conter passagens obscenas, que ameaçavam a integridade moral dos cidadãos.

4. Alice no País das Maravilhas , de Lewis Carroll: proibido na China porque lhe dá as qualidades dos animais, para atuar no mesmo nível como seres humanos.

5. O Código Da Vinci de Dan Brown: no Líbano, os líderes da comunidade católica têm o livro como proibido porque era ofensivo para sua religião.

6. O engenhoso fidalgo Dom Quixote de la Mancha de Miguel de Cervantes foi OBRA censurada em algum momento por “questões morais”.

7. Harry Potter e a Pedra Filosofal , de JK Rowling: nos Emirados Árabes Unidos, este livro foi proibido por supostamente incentivar bruxaria.

8. A Odisséia , de Homero: idéias gregas de liberdade não foram bem recebidas na época do imperador Calígula, por isso, ele tentou vetá-lo.

9. A Bíblia , traduzida por William Tyndale, em sua tradução da Bíblia, Tyndale foi executado em 1536 e depois queimado em público.

10. O Decameron , de Giovanni Boccaccio: foi incluído no “Index Librorum Prohibitorum”, a lista de livros proibidos da Igreja Católica.

Encontrei na web uma lista de 900 LIVROS censurados proibidos durante a Ditadura (1933 A 1974). Como a lista é muuuuuuito extensa, deixo aqui o anexo para quem quiser baixá-lo.

No período ditatorial do Brasil foram censuradas obras como os romances e contos Feliz Ano Novo, de Rubem Fonseca; Zero, de Inácio de Loyola Brandão; Dez Estórias Imorais, de Aguinaldo Silva; Em Câmara Lenta, de Renato Tapajós; Mister Curitiba, de Dalton Trevisan; e O Cobrador, de Rubem Fonseca. Dos estudos e análises proibidos pelos ditadores, entra: O Mundo do Socialismo, de Caio Prado Jr.; A Universidade Necessária, de Darcy Ribeiro; A Mulher na Construção do Mundo Futuro, de Rose Marie Muraro; O Despertar da Revolução Brasileira, de Márcio Moreira Alves; História Militar do Brasil, de Nelson Werneck Sodré; e O Poder Jovem, de Arthur José Poerner

Agora durmam com essa: Jogos Vorazes também entra na lista!
A trilogia de livros de Suzanne Collins está na lista dos mais banidos por pais e educadores nos Estados Unidos, segundo dados do Office for Intellectual Freedom, da Associação Americana de Bibliotecas.
A explicação para tal comportamento é a seguinte: Qualquer órgão ou instituição oficial de ensino, bem como Bibliotecas podem fazer uma "reclamação formal, por escrito, de uma biblioteca ou escola requisitando que um livro ou material seja restrito ou removido por causa de seu conteúdo ou por ser inapropriado”.

Para terminar, a revista Super Interessante aconselha: O que fazer para estimular a leitura de jovens? Dê livros censurados e proibidos!
Curiosidade é um bicho danado, né?
hahaha


P.S Em um outro post, irei escrever um pouco mais sobre a censura de obras literárias.

14 comentários:

Postar um comentário

Oi. Grato pela visita. Sinta-se convidado a voltar sempre. Abraços.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...