terça-feira, 3 de abril de 2012

[Divulgação] Lançamentos


Alguns autores conhecidos mudaram de Editora, entre eles Paulo Coelho e Nicholas Sparks. Ambos, agora fazem parte do grupo de autores da Sextante e Arqueiro, respectivamente.
A Sextante está lançando toda a obra do brasileiro Paulo Coelho em edições mais caprichadas. Além disso, a Editora traz também como novidade o livro Oscar Wilde para inquietos do autor Allan Percy.

O livro Oscar Wilde para inquietos é uma aula de filosofia extraída da vida e da obra do consagrado autor de O retrato de Dorian Gray. Nas frases ditas por Wilde ou naquelas expressas por seus célebres personagens, encontramos uma ironia única e uma sabedoria imortal que refletem o brilhantismo de um homem que aproveitou ao máximo os prazeres da vida, sem deixar de observá-la criticamente.
Cada capítulo traz uma frase marcante do escritor, que Allan Percy comenta e desenvolve, entrelaçando-a a pensamentos de pessoas renomadas em áreas que vão da dramaturgia à educação, da música à filosofia.São 99 máximas que tratam de assuntos variados, como amor, dinheiro, amizade e convívio social, com uma linguagem clara que põe ao alcance de todos até mesmo a ideia mais refinada.
Você pode ler um trecho do livro aqui.



Quem também inova no catálogo é a Arqueiro, que traz para os leitores brasileiros o queridinho dos romances Nicholas Sparks, um dos maiores fenômenos mundiais da literatura best seller. O primeiro livro que a Editora lança do autor é "O melhor de mim" e você pode também degustar um pouco do lançamento lendo os trechos aqui.












A Editora Casa da Palavra, acabou de lançar o selo editorial "Fantasy" e começou lançando um clássico da ficção científica: John Carter - entre dois mundos.
Sobre o livro: “Marte… É assim que vocês o chamam e acham que o conhecem. O planeta vermelho. Sem ar, sem vida. Mas vocês não conhecem Marte, pois seu nome verdadeiro é Barsoom. E não é sem ar e nem é morto.”

Ao fugir de índios apaches no Arizona, John Carter se esconde em uma caverna e é misterio­samente transportado para Barsoom, um planeta habitado por outras raças. Nesse novo local, John é capturado por quatro criaturas primitivas e passa de prisioneiro a protagonista de uma guerra entre duas nações em um planeta destruído.
Em meio ao caos, a milhões de quilômetros da Terra, Carter redescobre sua humanidade e resgata sua esperança através de um profundo sentimento pela princesa Dejah Thoris. Uma esperança dividida com toda uma raça alienígena, capaz de reconhecer, na figura daquele terrá­queo, um legítimo líder.

O novo selo da Editora já possui twitter, Facebook e site. Visite e siga-o.

Já a Editora Martin Claret, com sua proposta de publicar clássicos da literatura a um preço acessível, lançou recentemente mais um nacional, é o livro "O Moço Loiro" de Joaquim Manuel de Macedo.
O romance conta a história de Honorina, uma jovem e bela dama, sempre cercada de ilustres admiradores — e por isso alvo de inveja das moças da Corte —, começa a ser cortejada por um homem misterioso, conhecido apenas pela alcunha de “o Moço Loiro”. Ele está sempre por perto, como que onipresente, valendo-se de uma série de artimanhas para ocultar sua identidade. No entanto, as atenções da dama a esse misterioso cavalheiro começam a causar ciúmes naqueles que nutrem esperanças em conquistar o seu amor. Por causa de um deles, o mais fervoroso e o mais desprezado, Honorina e sua família acabam sofrendo as consequências de um plano perverso. Repleto de personagens charmosos e carismáticos, o romance de Joaquim Manuel de Macedo mistura doçura, ironia e comicidade. Trata-se de um belo retrato do Rio de Janeiro do século XIX.


A Sá Editora lançou recentemente o livro "Um golpe de sorte" do selo Gesto Literário. Este é o primeiro livro do autor turco Reha Çamuroglu traduzido para o português e narra a história dRevolucionários armênios, um anarquista belga, espiões turcos e o próprio Sultão Vermelho que são os atores desta história que conta sobre um plano de assassinato do próprio sultão.
Este plano, que na verdade não reflete a vontade do povo armênio, revela-se inútil. Nem os que o tramaram acreditam realmente que ele vá dar certo. Um golpe de sorte mostra um quadro realista da organização policial da época e da atmosfera do país, onde todo mundo é vigiado e seguido por outros. O livro também fala das últimas lutas de um estado decadente que se esforça para permanecer de pé em face das pressões internas e externas. Além disso, ele exibe os truques políticos de Abdulhamid II, um chefe de estado inteligente e esperto, e dos paxás ao seu redor.

8 comentários:

Postar um comentário

Oi. Grato pela visita. Sinta-se convidado a voltar sempre. Abraços.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...