sexta-feira, 9 de março de 2012

Versos Alheios

Abro minha caixa de e-mails. Quão grande é minha surpresa ao receber de presente um poema a mim dedicado feito por uma das leitoras mais assíduas daqui do blog: Mariele. Por termos muitas coisas em comum, resolvemos nos adotar como irmãos, bastardos, claro... Sem mais delongas, ei-lo:



Mano
Meu mano
Mana
E mano
Nascidos em diferentes panos.

Manos
Ligados
Atados
Entrelaçados
Laços.

Laçada virtual
Virtude
Distância
Desencontro
Mas realidade
Encontro
Longe
Mas perto.

Os livros
Livros...
Livra
Livra-me
De não os ter.

A banda
“Jogo frio”
Frio jogo
- O começo de tudo.

Desde então
Descoberta
De mesmos gostos
Mesmos atalhos.

Mas... Nascidos em diferentes panos
Manos.

Thi
Ti
A ti
Meu mano
Dedico
Sublime
Singela
Homenagem.

Um comentário:

Postar um comentário

Oi. Grato pela visita. Sinta-se convidado a voltar sempre. Abraços.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...