domingo, 29 de janeiro de 2012

[Meus Versos] Soneto para um velho sábio Grego

Escarafunchando meus velhos papeis avulsos encontrei numa velha agenda (do tempo em que eu era secretário) na qual está escrito um poema datado em 11 de agosto de 2005, segundo o que está lá. E eu nem vou duvidar, naquela época eu era muito preciso nas datas. O soneto foi declamado em um concurso de poesia da minha Escola Maria Isaías, na época do terceirão. Não queria explicar, mas apenas vou dizer que a voz do poema é a do velho filósofo grego Sócrates. É como se ele estivesse falando a uma plateia. Visto que o concurso do qual falei foi realizado no DIA DO ESTUDANTE.
Sem mais delongas, ei-lo. Confiram-no.



SONETO PARA UM VELHO SÁBIO




Meu poder não é maior que o de Zeus
Minhas palavras, porém, são sábias
Que grande futuro o resguarda
Para todos os filhos seus.


Há quem diga que vocês são futuro
Pois digo mais: Futuro já são!
Que buscam entender no obscuro!
Heróis do saber! Orgulho da nação!


Gênios. Homeros da atualidade!
Ninfas e Amazonas da Educação
Vossos apogeus alcançarão na sociedade.


Nem Atena ou Afrodite. Nem Apolo vos atrapalharão!
Cavaleiros da pátria! Gladiadores da felicidade!
Odisseia? Olimpo?... Grandes sim, vocês serão!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi. Grato pela visita. Sinta-se convidado a voltar sempre. Abraços.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...